Cada trimestre da gestação

As principais características dos trimestres na gestação

Você sabia que as 42 semanas de gestação são divididas em três trimestres?

Cada semana é marcada por algo importante no desenvolvimento do bebê e no corpo da mãe. Essa divisão ajuda a mamãe a entender as principais alterações pelas quais o seu corpo passará, além de acompanhar o desenvolvimento do bebê.

Primeiro trimestre

O primeiro trimestre é o período da gravidez entendido entre o primeiro dia da menstruação atrasada e a 14ª semana de gestação. Grande parte dos sintomas no início se dão por conta da grande produção hormonal, incluindo enjoos e vômitos, azia e salivação excessiva.

O intestino passa a funcionar mais devagar, então pode surgir uma sensação de má-digestão e gases.

Como o útero cresce rapidamente, dobrando com oito semanas e triplicando com dez, é comum surgirem cólicas. A bexiga passa a ser comprimida, resultando em mais idas ao banheiro.

Segundo Trimestre

Chegou o momento de confirmar o sexo do bebê pelo ultrassom, geralmente por volta de 13 a 14 semanas. No segundo semestre também é feito a ultrassonografia morfológica, realizada entre 20 e 24 semanas. Esse exame é importante porque busca malformações do bebê e mede o tamanho do colo uterino.

Teste de glicose deve ser feito para diagnosticar diabetes gestacional ou intolerância à glicose. Hemograma e exame de urina devem ser repetidos.

No segundo trimestre, o bebê evolui rapidamente e agora ele já está praticamente todo formado. Ele já se movimentava desde oito semanas. Mas a mamãe percebe seus movimentos apenas por volta de 18 semanas. Antes desse período, o bebê ainda é muito pequeno e leve, além de ter muito líquido amniótico ao seu redor, amortecendo seus movimentos e impedindo que a mamãe sinta ele se mexer.

Terceiro semestre

O terceiro trimestre abrange o período final: entre 28 semanas e 42 semanas. Aqui o bebê ganha peso bem rápido, alcançando os últimos quilos.

Com o aumento de peso do bebê, bexiga da mãe passa a ser pressionada, aumentando a frequência de idas ao banheiro. O intestino é comprimido, a circulação fica mais lenta, o que pode provocar inchaço nas pernas.

No último mês o bebê se mexe menos e fica pronto para nascer. Com exercícios específicos ele pode se posicionar direitinho, enquanto a mamãe aprende técnicas de respiração e posições que poderão facilitar no nascimento.

Em qual trimestre você se encontra? Como está sendo esse período para você? Conte para nós!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn