Exercicios para 2 Meses de Gestação

Sugestão de exercícios para grávidas nos 2 primeiros meses de gestação

Engana-se quem pensa que gravidez é sinônimo de repouso absoluto. Os exercícios físicos são ótimos aliados da mulher durante todo período gestacional, especialmente nos dois primeiros meses!

Caso você já pratique atividade física, pode manter a sua rotina sem aumentar o ritmo ou a intensidade, mas caso esteja sedentária, é interessante começar a se movimentar!

É importante conversar com seu/sua obstetra antes de começar (ou continuar) as atividades para avaliar a sua condição atual, além da frequência ideal para o exercício escolhido.

 Quais os benefícios esperados com o exercício físico regular?

  • Ajudará a prevenir as dores lombares conforme a barriga for crescendo;
  • Reduzirá o risco de ter pré-eclâmpsia – hipertensão gestacional;
  • Reduzirá o risco de ter diabetes gestacional;
  • Diminuirá a incidência de veias varicosas ou trombose em veias profundas;
  • Diminuirá o risco ao parto prematuro;
  • Melhorará o humor e a sensação de bem-estar;
  • Diminuirá a fadiga, o estresse, a ansiedade e até a depressão (antes e após o parto);
  • Ajudará na recuperação após o parto, além da recuperação do peso anterior à gravidez;
  • Melhorará a resistência muscular;
  • Poderá acabar com os inchaços nos membros inferiores.

 Quais exercícios são indicados para as grávidas nos primeiros meses?

Há muitos exercícios livres para as mamães fazerem e para todos os gostos. Separamos alguns exemplos para vocês:

Caminhada

Esse é, de longe, o mais simples e benéfico para as gestantes. A caminhada melhora o funcionamento cardiovascular e o fluxo sanguíneo do corpo, diminuindo, dessa forma, o inchaço. Além disso, aumenta a resistência e a força nas pernas.

Outro benefício é o simples movimentar dos quadris durante a caminhada, que ajuda a encaixar melhor o bebê, facilitando o parto normal, por exemplo.

Esse é, de longe, o mais simples e benéfico para as gestantes. A caminhada melhora o funcionamento cardiovascular e o fluxo sanguíneo do corpo, diminuindo, dessa forma, o inchaço. Além disso, aumenta a resistência e a força nas pernas.

Outro benefício é o simples movimentar dos quadris durante a caminhada, que ajuda a encaixar melhor o bebê, facilitando o parto normal, por exemplo.

 

Grávidas podem correr?

Sim, porém a corrida precisa ser o mais leve possível, evitando, assim, qualquer acidente, além de respeitar a frequência cardíaca da mãe.

 

Pilates

O pilates é excelente para fortalecer e alongar os músculos feitos com exercícios controlados através da respiração. Esta prática ajuda no fortalecimento das pernas e dos braços, além de melhorar a postura, evitando dores nas costas.

O pilates também trabalha a região do períneo, ajudando no combate à incontinência urinária!

 

Natação

A natação é muito indicada por apresentar menos riscos de lesões, por ter pouco impacto. O exercício é benéfico à respiração, músculos e relaxamento corporal da mãe, permitindo que o corpo todo trabalhe de uma vez.

 

Hidroginástica

A hidro também pode ser uma ótima alternativa. Será possível relaxar, diminuindo o estresse, além de diminuir as dores nos pés, nas costas e até os inchaços das pernas.

 

Yoga

O yoga pode fazer uma grande diferença no dia a dia da gestante. A prática trabalha o corpo e a mente, proporcionando alívio nas tensões, relaxamento e equilíbrio.

 

Quando evitar ou parar os exercícios?

Não comece os exercícios, ou pare se houver:

  1. Sangramento vaginal
  2. Perda de líquido amniótico
  3. Falta de ar
  4. Tontura
  5. Dor de cabeça
  6. Dor no peito
  7. Dor na panturrilha e inchaço
  8. Queda do movimento fetal
  9. Fraqueza muscular

Você já tem o hábito de se exercitar? Qual exercício é o seu preferido? Se não, pretende começar a se movimentar? Comente aqui embaixo!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn